Iniciação da terra - Kun

 

A areia, as pedras, o chão, as montanhas, são todos nossos ancestrais diretos, é deste abraço que vem o nosso corpo e a possibilidade de experimentar se tornar humano ou qualquer outro animal, planta, pedra, ou existência física, sendo a coagulação da luz e do amor original.

A luz permeia tudo, cria tudo, somos um fluxo de energia e o abraço da terra nos possibilita criar referências, somos a luz que brilha na escuridão, que coagula e obtém uma forma para dissolver a própria luz no retorno para casa, através do retorno do 3 (Luz, escuridão e ser individual) podemos experimentar e trabalhar na dissolução de tudo.

A terra possui a sua harmonia, suas leis, suas formas de poder.

Em Kan Yu recebemos a iniciação da terra - Kun após terminar os estudos dos textos, os ensinamentos sobre as formas da Terra, os tipos de locais de poder, perseguir as veias do dragão (caminhar pela natureza, em especial as montanhas) na expectativa de ver, ouvir, sentir, compreender e experimentar as leis que regem as formas e o balanço natural que se manifesta na terra, podemos então nos envolver com ela e recebermos a iniciação da terra - Kun.

Ser iniciado na terra significa compreender a essência de todo ser material, de tudo o que se coagula e ganha forma, significa compreender a essência e o coração de tudo que é palpável, ter respeito e amor pela terra e por todas as formas de existência, e assim poder trabalhar para aplicar e identificar formas de poder, tendo o conhecimento e amor por todos os seres, compreendendo que somos todos uma só família, uma essência que se harmoniza com sua luz e com sua escuridão.

Assim evitamos os perigos, nos preparamos para os embates e exaltamos o amor infinito.

Tai Yin - Portador da Tradição Jiulong Kunlun