Flor de Ouro

 

Flor de Ouro é nome utilizado por Wang ChongYang no tratado TaiYi JinHua ZongZhi para descrever um antigo método de meditação. O termo "Flor de Ouro" acabou sendo absorvido pela maioria das tradições taoistas com a função de descrever uma série de métodos diferentes, mas com o mesmo objetivo.

 

É uma meditação taoista avançada utilizada para desenvolver o "Fogo espiritual", o "elixir dourado", a luz divina plena manifesta do corpo verdadeiro de Puro Yang, o corpo de virtudes, "dragão dourado" ou "Corpo de Arco-Iris", como dizem os tibetanos do Bön.

 

O espírito original manifesta e amarra a consciência na carne e permanece imóvel até o momento da morte, a menos que ele seja despertado e cultivado pelos métodos corretos.

 

Quanto desperta, a forma última e suprema é atingida e é possível voar para as estrelas.

No início a consciência não consgue ir para muito longe, mas conforme for ficando forte, o nosso espírito vai poder ir para muito além do reino da forma.

Esse é o mesmo estado que os budistas chamam de "iluminação plena", que os cristãos chamam de Céu, e os Yogues de "MahaShamadi", que pode ser conseguido em vida, ou no momento da morte.

 

Apesar da era da internet, a flor de ouro é um segredo muito bem guardado dentro das tradições taoistas.

 

Para se ter acesso aos ensinamentos e práticas da "flor de ouro" de forma segura é necessário ter cumprido na tradição JiuLong Kunlun o primeiro e adentrado o segundo estágio de Alquimia Interna.