Zi Fa DongGong - O caminho espontâneo

 

Espontaneidade é a porta para o caminho natural, é a porta para a nossa verdadeira natureza.

Quando somos pequenos fazemos sons e movimentos estranhos e esses processos são parte da nossa natureza divina, todo ser é mágico por natureza, todo ser é pleno de completude e pleno de recursos para manter a sua saúde, seu bem-estar, e seu estado de consciência divina desperta.

No entanto, desde pequenos, somos ensinados a reprimir nossos sons, nossas danças sem sentido, e os movimentos loucos que fazemos as vezes, que harmonizam a nossa energia, acalmam as emoções perversas e os mal-estares.

Aos poucos nos tornamos seres domesticados, e o nosso estado natural, desaparece.

 

O método de Zi Fa DongGong começa esse resgate a partir do nosso estado mais animal, e libera os bloqueios dos canais de energia, para que possamos nos tornar o que realmente somos.

 

O processo se dá em três etapas:

 

.: Jogo dos Cinco Animais (Wu Qin Xi)

 

.: Movimento das Cinco Forças Cósmicas

 

.: Passos das Estrelas (Dança das estrelas - Estrelas Voadoras)

 

 

Num primeiro estágio aprendemos a liberar a repressão do nosso corpo, das nossas emoções, e da nossa mente. Nada que se sente deve ser desprezado, nada do que se sente deve ser oprimido, tudo tem o seu motivo, não se deve realizar todos os desejos, mas se deve observá-los com amor, e cuidar dos que estão doentes para que sarem, e que voltem ao estado divino original.

No segundo estágio, liberamos o poder interno que adormece em todos os seres, e assim as nossas caixas divinas (órgãos) podem se comunicar melhor conosco.

 

No último estágio aprendemos sobre a ritualística natural da vida, sobre como a energia flui no universo, como se organiza, e como muda as estações, é o estado mais elevado de consciência.

 

Ao regenerarmos a nossa espontaneidade, podemos de fato começar a ser aquilo que somos desde antes de nascer nesse mundo.