Trabalho com os ancestrais - Fu e Yin Zhai

 

O Para os taoistas é extremamente importante conhecer a sua linhagem terrena e um contato íntimo com os ancestrais. Acreditamos que escolhemos a família em que vamos nascer de acordo com as características que vamos assumir aqui.

Nós somos nossos pais, nossos avós, bisavós, e tataravós, e eles por vezes, carregam também o que foram seus ancestrais.

 

Através do conhecimento da linhagem de sangue podemos aprender sobre tedências de saúde, de comportamento, e também podemos compreender um pouco as dificuldades e escolhas que fazemos na vida.

 

Além disso, existe um tipo de estudo chamado de Yin Zhai, que procura locais ideais para se enterrar os ancestrais para que eles possam ter uma jornada espiritual além dessa vida mais tranquila, e para que seja mais fácil podermos acessar a energia deles.

 

As pessoas que se foram muitas vezes sofrem, muitas vezes as suas mentalidades mal resolvidas, falta de cuidado físico, doenças das paixões entre outros fatores fazem com que a consciência ancestral da família toda sofra, e por vezes isso pode levar a miséria ou a infelicidade em toda a família.

 

Também utilizamos os sonhos para entrar em contato com as pessoas que já se foram e pedir conselhos e ajuda em muitas situações, afinal ninguém morre de verdade, e mesmo que o espírito original desse ser tenha cumprido o caminho, uma parte da sua consciência fica para cuidar da família.

 

Na tradição Jiulong temos muitos rituais e práticas para os ancestrais, algumas tem Luas certas para serem feitas, e outras podem ser feitas em qualquer momento.

 

É importante lembrar com amor dos nossos antepassados, cuidar deles quando necessário, e sermos gratos por podermos estar aqui.